quarta-feira, 21 de maio de 2014

Palco


A lua faz charme por detrás das nuvens
para espionar vagalumes que brincam de serem sol
A lua se faz de tímida, oculta por trás de cortinas
que se assemelham a lençois de algodão
Quem sabe ela só espere o momento de seu palco
de brilhar toda rainha, sem estrelas, sozinha
enquanto casais se beijam a luz de um poste.

- Carine Morais

4 comentários:

  1. Muito lindo Amora, belas metáforas. Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz em vê-lo por aqui!
      Obrigada!!

      Beijoss

      Excluir
  2. Certamente, tuas imaginações te levaram ao entendimento mais correto. A lua faz, sim, charme, e não é nada tímida (a não ser aquela timidez pálida das novas). Do que ela gosta mesmo, é de surpreender casais que se beijam sob a luz de um poste, ou, preferencialmente, encostados a um poste em que não haja luz... Muito belo, miss perfeita. Beijosssssss

    ResponderExcluir
  3. Tens razão amigo, de preferencia sem a luz do poste e apenas o clarão da lua. rsrs
    Sou uma admiradora assumida da lua e como ela sempre aparece deslumbrante no espetáculo da noite, fica difícil não lhe escrever um poema sobre sua beleza e nada timidez rs.

    Beijoss

    ResponderExcluir