segunda-feira, 27 de julho de 2015

Milagre

Agora que te conheço 
e sei como são seus olhos,
Agora que o amor 
não é mais uma esperança,
mas uma continuidade
Pego tuas mãos pequenas,
fechadas com muita força
Me regozijo com a criação divina
O mistério do útero
A maternidade esse verdadeiro milagre
Fecho por um instante meus olhos
Te abraço,
Me vejo numa fotografia
com meu pai, pequenina em seus braços...
O ciclo é repetido em silêncio,
Maior que presenciar a vida,
É concebe-la intangível.

Carine Morais

5 comentários:

  1. O milagre da Criação, a concepção da vida, é outorgada por Deus ao ser humano. E isto é poesia! Poesia com tão bem expresaste: um poema da poesia! Encantador, amiga querida. Beijossssssss

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde
    Passei pelo teu cantinho para te dar a conhecer o meu modesto espaço de poesia.
    Espero que gostes. Um abraço, Ana Pereira
    http://almainspiradora.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. desejo sinceramente que 2015 se encerre com um saldo muito positivo para ti, e carregado de esperanças. E que 2016 te ofereça 366 oportunidades de realizares sonhos e viveres a felicidade junto a quem amas.
    Beijossssssssss

    ResponderExcluir